Aliados lançam manifesto de apoio a Agnelo

Pivô do escândalo dos atos secretos do Senado, o deputado Agaciel Maia (PTC-DF) encabeça manifesto divulgado ontem por 19 parlamentares de 12 partidos aliados em defesa do governador Agnelo Queiroz (PT), acusado de ligações com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Cauteloso, Maia não pôs a adesão na sua página na internet, como os demais, e evitou a imprensa à saída da reunião com o governador.

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2012 | 03h08

Segundo a nota, trata-se de uma "trama sórdida", à base de "denúncias fantasiosas", divulgadas por "grupos econômicos criminosos, beneficiários da situação anterior", contrariados com a ruptura imposta por Queiroz. "Ele (Queiroz) nos garantiu que não há a menor chance de provar qualquer ligação sua com essa organização", disse Maia. "São citações vagas, de terceiras pessoas e o próprio relatório da PF tem elevado grau de incerteza com expressões como 'acho que' ou 'dá a entender'." / VANNILDO MENDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.