Imagem João Domingos
Colunista
João Domingos
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Aliado pode antecipar convenção para aumentar pressão

Dizendo-se inconformada com a demora na nomeação do senador Vital do Rego (PB) para o Ministério da Integração Nacional e com problemas na elaboração dos palanques regionais, a ala de insatisfeitos do PMDB já comporta mais da metade do partido e aumenta a pressão sobre a presidente Dilma Rousseff.

João Domingos, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2013 | 02h12

Somados, os votos das direções partidárias dos 11 Estados insatisfeitos chegam hoje a 59,5% na convenção nacional. São eles: Rio (74 votos), Minas (60), Paraná (52), Ceará (51), Rio Grande do Sul (43), Maranhão (42), Paraíba (37), Bahia 28), Mato Grosso do Sul (26), Rondônia (16) e Pernambuco (13). É esse grupo que agora planeja uma antecipação da convenção de junho para março, como forma de pressionar o presidente nacional do partido, Michel Temer, maior interessado na aliança com Dilma, a resolver as questões estaduais.

A rebelião anunciada pelo PMDB tem deixado o governo incomodado, num momento em que o PT ainda não se recuperou do susto causado pela aliança de Marina Silva com Eduardo Campos. Nesta semana, Dilma vai chamar os líderes dos descontentes para conversar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.