Alckmin vai a 51% e venceria no primeiro turno, diz Datafolha

Alckmin vai a 51% e venceria no primeiro turno, diz Datafolha

No levantamento anterior, governador tinha 49%. Paulo Skaf (PMDB)  manteve 22% e Alexandre Padilha (PT), 9%

O Estado de S. Paulo

26 de setembro de 2014 | 19h29


São Paulo - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) continua na liderança da disputa pelo governo de São Paulo, com 51% das intenções de voto e venceria no primeiro turno, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 26, pela TV Globo. Na pesquisa anterior, Alckmin tinha 49%. Paulo Skaf (PMDB) vem na sequência com 22% e Alexandre Padilha (PT) tem 9%, ambos com os mesmos porcentuais do último levantamento.

Gilberto Natalini (PV) e Laércio Benko (PHS) aparecem com 1% cada. Os demais candidatos não pontuaram. Os votos brancos e nulos somam 9% e não sabem em que votar, 7%.

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo, foi realizado nos dias 25 e 26 de setembro, com 2.114 eleitores em 60 municípios do Estado. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo Nº SP-00046/2014 e BR-00782/2014.

Rejeição. Com relação à rejeição dos candidatos, a maior taxa é do petista Alexandre Padilha, que tem 36%. Na sequência aparecem Skaf (25%), Alckmin (20%), Gilberto Maringoni, do PSOL, (19%), Raimundo Sena, do PCO, (18%), Natalini (18%), Wagner Farias, do PCB, (18%), Benko (17%) e Walter Ciglioni, do PRTB, (15%). Ao todo, 9% responderam que não rejeitam nenhum deles e 5% que rejeitam todos; 10% não opinaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.