Agente da Monte Carlo é assassinado

Um agente da Polícia Federal que trabalhou nas investigações da Operação Monte Carlo foi assassinado ontem no cemitério Campo de Esperança, em Brasília. Wilton Tapajós Macedo levou dois tiros na cabeça e morreu no local. A PF e a Polícia Civil do DF investigam o assassinato. / ALANA RIZZO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.