Aécio é contra Supremo adiar decisão do caso

O senador Aécio Neves (PSDBMG) mostrou-se ontem contrário à possibilidade de adiamento do julgamento do mensalão - marcado para o dia 2 - pelo Supremo Tribunal Federal para depois eleições de outubro, como solicitou à Corte um grupo de advogados ligado ao PT. Para Aécio, o julgamento "tem de acontecer", embora admita que o resultado possa influenciar nas urnas. O tucano garantiu que, em Belo Horizonte, não vai "trazer o mensalão para a campanha". "Tenho dito ao PSDB: vamos deixar que o Supremo cuide do mensalão e vamos cuidar das cidades." / MARCELO PORTELA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.