Aécio diz não saber sobre falha em site do TCE de Minas

Aécio diz não saber sobre falha em site do TCE de Minas

Candidato tucano desconversou quando questionado sobre o fato da página do Tribunal de Contas de Minas Gerais ter saído do ar

Ana Fernandes, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2014 | 16h25

 São Paulo - O presidenciável Aécio Neves (PSDB) disse não ter conhecimento sobre os motivos da falha que deixou o site do Tribunal de Contas de Minas Gerais fora do ar na noite de terça-feira, 14, durante o debate presidencial no qual a presidente Dilma citou um documento da Corte de Contas envolvendo sua gestão à frente do Estado. "Perguntem ao TCE. Eu não tenho a menor informação sobre isso", disse durante coletiva.


Da noite de terça até o início da tarde de quarta-feira, o site do TCE-MG ficou fora do ar. Foram retirados do site também relatórios relativos às contas de 2007 a 2012, período em que o Estado foi governado por Aécio e por seu sucessor, Antonio Anastasia (PSDB). O episódio aconteceu simultaneamente ao primeiro debate do segundo turno, entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio, na Bandeirantes. No debate, Dilma acusou Aécio de não cumprir o orçamento mínimo para saúde e educação. A petista chegou a dizer que o governo do tucano desviou R$ 7,6 bilhões que deveriam ter sido investidos em saúde em Minas.

"A afirmação da presidente Dilma de que não investimos os R$ 7 bilhões na saúde é mentirosa. Nós cumprimos a lei em tudo", rebateu Aécio nesta quinta. "Meu governo em Minas Gerais foi honrado do começo ao fim", completou. 

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesAecio NevesTCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.