Aécio admite rever promessa de nomes para ministérios

Aécio admite rever promessa de nomes para ministérios

Tucano havia prometido anunciar dois novos nomes nesta semana, o que não ocorreu; 'tem muito candidato (a ministro), não quero contrariar algum deles', disse

Ana Fernandes, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2014 | 16h10

 São Paulo - O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, admitiu nesta quinta-feira, 16, que pode rever a promessa de apresentar novos nomes para ocupar ministérios em um eventual governo. "Tem muito candidato (a ministro), não quero contrariar algum deles", disse ao responder uma pergunta do Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado. "Eu realmente falei isso, mas talvez vou ter que rever", completou ao deixar a coletiva que deu antes de seguir para o SBT, onde participará de debate no início da noite.


Aécio divulgou, ainda no começo da campanha, que Arminio Fraga será seu ministro da Fazenda, caso vença as eleições. O tucano havia prometido recentemente dar mais nomes de seu plano para equipe de governo. Aécio, no entanto, recolheu diversos apoios na última semana, inclusive de Marina Silva (PSB) e da viúva de Eduardo Campos, Renata. Somente na quarta, participou de evento com a presença de 16 legendas que anunciaram apoio à candidatura do PSDB. Com os apoios, surgem mais nomes elegíveis para compor um futuro governo. O tucano já prometeu reduzir à metade as atuais 39 pastas. 

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesAecio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.