Gualter Naves/Agência Estado
Gualter Naves/Agência Estado

Acordo nacional com PT gera mal-estar durante convenção do PSB

Petistas ameaçam resgatar Marília Arraes em Pernambuco se pessebistas mantiverem candidatura de Lacerda em Minas

Mariana Haubert, Renan Truffi e Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2018 | 15h06

BRASÍLIA - Enquanto o ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda defendia a manutenção da sua candidatura ao governo de Minas Gerais no Congresso Nacional Eleitoral do PSB, dirigentes do PT enviaram mensagens aos caciques pessebistas com a ameaça de resgatar a candidatura de Marília Arraes (PT-PE) ao governo de Pernambuco. 

O imbróglio é consequência do acordo nacional entre as duas siglas. Na semana passada, o PT retirou Marília Arraes da disputa para abrir espaço para a reeleição de Paulo Câmara (PSB). Em contrapartida, os pessebistas decidiram rifar Lacerda em Minas para impulsionar a campanha de Fernando Pimentel (PT), que também tenta a reeleição.

Lacerda se reunirá no início da tarde deste domingo, 5, com a direção nacional do partido para tentar evitar que o impasse termine com a exclusão do PSB da disputa para qualquer cargo eletivo em Minas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.