À noite, festa para 1.200 convidados e tietagem

Uma noite de popstar. Na festa para 1.200 pessoas em que comemorou sua posse na presidência do STF, o ministro Joaquim Barbosa pousou para centenas de fotos, foi abraçado e tietado por convidados que o seguiam numa casa de festas em Brasília.

O Estado de S.Paulo

23 de novembro de 2012 | 02h15

Rodeado por uma hora pelos convidados, precisou de um cerco de seguranças do tribunal para conseguir caminhar. Barbosa chegou à festa por volta de 21h e foi aplaudido pelos convidados que já o aguardavam desde 20h.

O cerimonial do tribunal montou um espaço reservado para que o ministro recebesse os cumprimentos. Mas Barbosa recusou a privacidade. "Eu quero andar", disse. E a segurança teve de ser reforçada.

Uma hora depois da sessão de fotos, Barbosa conseguiu chegar à mesa onde estava sua mãe, Benedita. Mas nem assim conseguiu se livrar dos flashes. Cercado pelos seguranças, deixou o salão e refugiou-se no jardim. As saídas foram bloqueadas. Passava das 22h quando o ministro, isolado, conseguiu tomar sua primeira taça de champanhe para comemorar sua posse. À porta, uma fila de convidados o esperava para mais fotos. / F.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.