A muralha paulistana

O Estadão Dados, em parceria com o Ibope, criou um modelo de divisão do eleitorado da cidade com base no resultado dos primeiros turnos de 2008 e 2010. Na área petista, formada por 21 zonas eleitorais mais periféricas, os candidatos do PT foram os mais votados. Na antipetista, com 30 zonas mais ao centro, os oponentes do PT se saíram melhor. Em outras 7 zonas, o resultado oscilou. Esse modelo teve 100% de acerto no 1.º turno de 2012. É como se uma muralha dividisse o eleitorado da cidade. No 2º turno, ela foi quebrada pela primeira vez em quatro anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.