Veja o novo ranking dos prefeitos das capitais – Ibope

Jose Roberto de Toledo

17 de setembro de 2012 | 14h59

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), continua em 21º lugar no ranking dos prefeitos das capitais feito pelo Ibope. O ranking foi atualizado com as últimas pesquisas de avaliação feitas antes do primeiro turno municipal. Kassab tem saldo negativo de 33%, pois há mais paulistanos que julgam seu governo ruim ou péssimo (50%) do que bom ou ótimo (17%).

Escondido por José Serra (PSDB) no final da campanha, Kassab viu sua avaliação piorar na última semana. O prefeito tentou reprisar a estratégia que adotou no primeiro mandato, quando saiu de uma avaliação negativa para a reeleição graças à propaganda eleitoral. Desta vez não colou.

Sem um candidato que o defenda na campanha, Nelsinho Trad (PMDB), de Campo Grande (MS), perdeu a liderança do ranking para Raimundo Angelim (PT), de Rio Branco (AC), que tem 61% de saldo. Nenhum dos dois pode disputar a reeleição.

É preciso levar em conta que a avaliação de Angelim é a mais antiga do ranking – por um motivo insólito: a Justiça eleitoral do Acre vetou pesquisas eleitorais que avaliassem os governos municipal, estadual e federal, sob o argumento de que isso induziria o voto do eleitor. O detalhe é que as perguntas sobre avaliação são feitas depois de o eleitor ter dito em quem votaria.

Metade dos prefeitos das capitais chega à véspera do primeiro turno com saldo de avaliação negativa. Ou seja, mais rejeitados do que aprovados: só 13 têm saldo positivo.

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.