Para eleitor, Dilma representa pobres, e Aécio, os empresários

Jose Roberto de Toledo

09 de outubro de 2014 | 20h57

A maior parte dos eleitores de Aécio Neves (PSDB) o identifica como melhor representante dos ricos: 48%. Só 33% dos aecistas projetam Dilma Rousseff (PT) nesse papel. Entre quem vota na petista as proporções pouco mudam: 51% dizem que Aécio representa melhor os ricos, e 33% dizem o mesmo sobre Dilma.

Apesar de o marketing do PT explorar essa diferença, não necessariamente isso renderá votos para Dilma. Quando a pergunta muda de “ricos” para “empresários”, a maior parte do eleitorado também identifica o tucano como como o melhor representante do empresariado: 47% a 34%. Mas, surpreendentemente, a diferença é menor entre quem vota em Dilma (43% a 42%) do que entre quem vota em Aécio (55% a 29%). Ou seja, é um atributo positivo.

O mesmo acontece quando o Ibope pergunta quem representa melhor os trabalhadores. Aí, as diferenças entre quem vota no tucano ou na petista ficam mais explícitas: 64% dos eleitores de Aécio dizem que é ele, enquanto 88% dos eleitores de Dilma dizem que é ela. No total do eleitorado, a petista projeta mais a imagem de representantes dos trabalhadores: 50% a 31%. É vista por ainda mais eleitores como representante dos pobres: 56% a 25%.

Eleitoralmente, um problema para Aécio é que Dilma é mais identificada como representante dos aposentados (47%) do que ele (30%). Não por coincidência, Dilma lidera a corrida do segundo turno entre os eleitores com 55 anos ou mais: 50% a 40%. É a única faixa etária em que a petista supera o tucano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.