Em branco por desistência

Jose Roberto de Toledo

01 de novembro de 2010 | 13h56

Comparados aos do primeiro turno, os percentuais de votos em branco no segundo turno foram menores em todas as regiões. Seria natural que o percentual aumentasse, já que havia menos opções de candidatos para os eleitores.

É mais um indicativo de que as seis votações seguidas na urna eletrônica atrapalham o eleitor e levam não poucos a anular ou votar em branco em vez de no candidato a presidente de sua preferência.

Tudo o que sabemos sobre:

2010eleiçãoresultado

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.