Eleitor de Dilma mostra mais confiança do que o de Serra

Jose Roberto de Toledo

06 de agosto de 2010 | 22h09

(texto publicado na edição impressa do Estado)

Mais eleitores continuam apostando na vitória de Dilma Rousseff (PT) do que na eleição de José Serra (PSDB) em outubro. Para 46%, a petista será a próxima presidente, enquanto 31% acreditam que o tucano será o sucessor de Lula no Palácio do Planalto, segundo o Ibope. Há uma semana esses percentuais eram de 47% e 32%, respectivamente.

O favoritismo de Dilma é reflexo do fato de que seus eleitores estão mais confiantes no sucesso de sua candidata do que os de Serra: 84% de quem declara voto na petista prevê sua vitória, enquanto apenas 67% dos serristas acreditam que ele será eleito.

Marina Silva (PV) tem 8% das intenções de voto, mas apenas 2% dos eleitores acreditam que ela vencerá a eleição. Mais da metade dos eleitores da senadora (54%) acha que Dilma sairá vitoriosa, 20% deles apostam em Serra, e só 16% acreditam na eleição de sua própria candidata.

Há ainda 19% de eleitores que não têm palpite sobre quem será o presidenciável eleito. A maior parte desses está indecisa sobre em quem vai votar para presidente.

Em rodadas anteriores, a expectativa de vitória foi um termômetro da intenção de voto. O crescimento das apostas em Dilma foi um prenúncio do aumento dos percentuais da petista na pesquisa seguinte.

Sob esse aspecto, a estabilidade dos percentuais de quem acha que a petista será eleita são uma boa notícia para Serra. Mas fazer campanha contra as expectativas é mais difícil, principalmente na hora de arrecadar recursos.

Tudo o que sabemos sobre:

2010DilmaeleiçãoMarinapesquisaSerra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.