Candidatura de Ciro ainda ajuda Dilma

Jose Roberto de Toledo

17 de fevereiro de 2010 | 21h12

Esqueça o blablablá sobre uma eventual disputa entre Ciro Gomes, o PT e Lula. Como mostra o Ibope, a permanência do nome de Ciro entre os presidenciáveis mais ajuda Dilma Roussef do que atrapalha. Ao menos por enquanto.

No cenário sem o candidato do PSB, o maior beneficiário da saída de Ciro continua sendo José Serra, principal rival de Dilma. Dos 11% de Ciro na mais recente pesquisa Ibope, nada menos do que cinco pontos vão para o candidato tucano quando o candidato do PSB não é citado entre os presidenciáveis. Dilma fica com apenas três desses pontos, e Marina Silva, com dois.

A saída precipitada de Ciro da disputa só levaria a duas especulações, nenhuma delas boa para Dilma: de que o tucano poderia ganhar no primeiro turno (ele tem 41% contra 38% de Dilma e Marina somadas), e de que Marina poderia abrir mão de sua candidatura para ser vice de Serra e atalhar seu caminho para o Planalto.

No que depender dos números das pesquisas, Ciro só sai da disputa (se sair) quando e se Dilma estiver cabeça a cabeça com Serra.

Tudo o que sabemos sobre:

2010eleiçãoibopepesquisa

Tendências: