Secretária de Goiás deve ser confirmada nas Finanças em SP

Vera Magalhães

27 Outubro 2016 | 08h42

O prefeito eleito de São Paulo deve confirmar a escolha de Ana Carla Abrão Costa, atual secretária da Fazenda de Goiás, para a Secretaria de Finanças do município.
Ainda não está certo se o nome da principal secretária de Doria será incluído no pacote de anúncios previsto para esta quinta-feira, às 11h, por conta de últimas tratativas, mas pessoas próximas a Doria dizem que o martelo já está batido.
Ana Carla é considerada uma “revelação” da nova safra de gestores públicos. Foi cotada para assumir uma secretaria no Ministério da Fazenda na equipe de Henrique Meirelles. Ela é filha da senadora Lucia Vania (GO) e casada com o economista Persio Arida, um dos idealizadores do Plano Real e sócio e presidente do BTG Pactual.
Na leva de secretários a serem escalados hoje devem figurar dois adjuntos em pastas do governo Geraldo Alckmin: Cid Torquato, da Secretaria de Pessoa com Deficiência, assume a mesma pasta do município, e Wilson Pollara, adjunto de David Uip na Saúde, será titular da mesma pasta na prefeitura.
Além desses, devem ser confirmados hoje os dois primeiros políticos do secretariado: o vice-prefeito eleito, Bruno Covas, assumirá a Secretaria de Prefeituras Regionais, provavelmente turbinada com outras atribuições, e Julio Semeghini, que coordenou a campanha de Doria, será o secretário de Governo.
O mais cotado para assumir a Educação é Mozart Ramos, do Instituto Ayrton Senna, mas também não está certo se seu nome integrará a primeira lista de confirmados, por ainda restarem alguns detalhes a ser acertados.
Doria deve anunciar ainda hoje o secretário de Esporte. Será Jorge Damião, que já foi adjunto na pasta na gestão de Walter Feldmann, no governo de Gilberto Kassab. Ele foi um dos coordenadores da campanha e atualmente era da equipe de Marcos Mendonça na TV Cultura.
Por fim, o ex-todo poderoso da Rede Globo José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, deve responder apenas amanhã ao convite feito para assumir a Secretaria de Cultura.