Odebrecht ainda negocia valor de multa

Vera Magalhães

16 de novembro de 2016 | 08h25

Advogados da Odebrecht tentam rever os R$ 6 bilhões em multas que a Lava Jato quer aplicar à empreiteira.

A defesa alega que as penas dos mais de 50 delatores da empresa não estão tão baixas que justifiquem castigo financeiro tão pesado.

Para efeito de comparação, os representantes da empresa lembram que a multa da Andrade Gutierrez foi arbitrada em R$ 1 bilhão, e a concorrente não teria fornecido à força-tarefa tantos fatos quanto a Odebrecht.

Além disso, os defensores da empreiteira dizem que os R$ 6 bilhões pedidos não são viáveis economicamente, uma vez que a Odebrecht está se desfazendo de ativos e enfrenta prejuízos nos negócios em decorrência das investigações.

O valor da multa deve ser fixado pelo juiz Sergio Moro paralelamente à delação de atuais e ex-funcionários da empresa e de Emílio e Marcelo Odebrecht.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.