Graças a ‘crédito’ de Dilma, Temer fica no Plaza Athénée em Nova York

Vera Magalhães

16 de setembro de 2016 | 17h59

O presidente Michel Temer e sua comitiva vão se hospedar, em Nova York, no luxuoso hotel Plaza Athénée. Temer usará um crédito de US$ 50 mil que a embaixada brasileira tinha com o hotel.

Em abril, Dilma Rousseff fez uma reserva para ela e mais 50 pessoas no hotel, mas resolveu cancelá-la na última hora e ficar na casa do embaixador Antonio Patriota. Acontece que o Plaza Athénée não restituiu o valor pago, que ficou como crédito futuro.

Graças à antecessora, portanto, Temer e comitiva ficarão no luxuoso hotel sem fazer nenhum desembolso novo. O presidente viaja com cinco ministros — segundo o blog apurou, ainda restará um “troco” de crédito. São os únicos que vão ficar no Plaza Athénée.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.