Governo planeja campanha publicitária sobre reforma

Vera Magalhães

05 de setembro de 2016 | 12h59

 

O governo Michel Temer sabe que tem um abacaxi para descascar nas mãos: como explicar à população a necessidade e a urgência de mexer nos critérios para aposentadoria, um tema tão sensível?

Já ciente do tiroteio que a reforma deflagrará — nesta segunda-feira, em minha coluna no Estado, informei que o texto da reforma só deve chegar ao Congresso após as eleições — o Planalto planeja usar uma parte expressiva da verba de publicidade institucional para esclarecer à população os pontos da proposta.

A principal preocupação será dizer que, sem uma reforma, o sistema previdenciário pode entrar em colapso — deixando, aí sim, milhares de pessoas sem aposentadoria.

A campanha também deverá enfatizar que haverá uma transição entre as regras atuais e as novas, atenuando o impacto da medida.

Tudo o que sabemos sobre:

previdenciareformagovernomichel temer

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: