As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pastoral da CNBB critica política de segurança de Alckmin

Roldão Arruda

03 de dezembro de 2012 | 19h02

A Pastoral Carcerária do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) divulgou nota sobre a questão do aumento da violência em São Paulo, com dura crítica à política de segurança do governo do Estado. Segundo o texto, o governo não consegue tomar iniciativas, apenas reagindo às situações que surgem. O resultado é ruim e afeta principalmente a população mais pobre e vulnerável, segundo a nota.

A mensagem também faz um chamamento para que as “representações políticas não se acovardem diante do desafio colocado pela conjuntura presente, sob pena de seguirmos cultivando terreno fértil para o caos social, a violência e a degeneração humana e espiritual.”

A crítica é clara: “A Pastoral Carcerária vem manifestar publicamente seu repúdio à atual política de segurança pública e integral solidariedade a todas as famílias que sofreram e sofrem perdas nesse triste momento”. Mais adiante a nota pública afirma: “Não podemos comungar com políticas de incentivo à violência e de criminalização da pobreza como as que hoje presenciamos em São Paulo”.

Para vencer a situação de insegurança apontada no texto, é preciso mudar a política: “A superação do atual estado de violência perpassa, sobretudo, pela revisão da política de segurança pública em vigor no estado, que apenas tem contribuído para o aumento de mortes e para o encarceramento em massa das pessoas mais vulneráveis”.

O governo, segundo a Pastoral Carcerária da CNBB, tem apenas reagido às situações. “Demandamos ações pró-ativas, que atuem fortemente nas causas dos problemas, criando ambiente a médio e longo prazo digno de um projeto de sociedade onde a cultura de paz prevaleça de fato”, afirma

A íntegra da nota pode ser lida no site da CNBB.

Acompanhe o blog pelo Twitter – @Roarruda

Nota do moderador: Comentários preconceituosos, racistas e homofóbicos, assim como manifestações de intolerância religiosa, xingamentos, ofensas entre leitores, contra o blogueiro e a publicação não serão reproduzidos. Não é permitido postar vídeos e links. Os textos devem ter relação com o tema do post. Não serão publicados textos escritos inteiramente em letras maiúsculas. Os comentários reproduzidos não refletem a linha editorial do blog

 

publicidade

publicidade

Tendências: