Dez bispos brasileiros que foram ao Vaticano II estão vivos. Mais novo deles tem 85 anos e vive em Goiás
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dez bispos brasileiros que foram ao Vaticano II estão vivos. Mais novo deles tem 85 anos e vive em Goiás

Roldão Arruda

09 Junho 2012 | 12h31

O segundo post deste blog sobre o Vaticano II é uma curiosidade.

Em janeiro, o professor Fernando Altemeyer Junior, do Departamento de Ciências da Religião da PUC de São Paulo, divulgou uma pesquisa sobre os 2.448 participantes daquele concílio, que comemora no próximo mês de outubro seu cinquentenário de abertura. Ele constatou que 86 deles ainda estão vivos. Desse total, 10 são brasileiros.

Ao divulgar a lista, o professor escreveu: “Dos atuais 5206 bispos vivos no mundo, 45  foram à primeira sessão conciliar em todas as suas aulas e votações, 54 na segunda, 66 na terceira, e 77 foram à última (muitos estiveram nas quatro sessões e outros em algumas delas). Fiz uma minuciosa pesquisa e verifiquei que dos atuais 468 bispos vivos no Brasil, entre os diocesanos e eméritos, temos dez bispos vivos que estiveram ao menos em uma das quatro sessões conciliares.”

Entre os bispos listados por ele, um deixou a atividade sacerdotal. Os dez participantes foram:

1. D. Armando Círio, arcebispo emérito de Cascavel (PR), com 95 anos. Vive em Cascavel.

2. D. Jaime Luiz Coelho, arcebispo emérito de Maringá (PR), 95. Vive em Maringá.

3. D. Servílio Conti, prelado emérito de Roraima (RR), 95. Vive em São Manuel (SP).

4. D. Antonio Lima dos Santos (Frei Caetano), 95. Foi bispo de Ilhéus (BA). Deixou o ministério sacerdotal e vive em Governador Valadares (MG).

5. D. José Maria Pires, arcebispo emérito da Paraíba (PB), 92. Vive em Belo Horizonte (MG).

6. D. Eugenio de Araújo Sales, cardeal arcebispo emérito do Rio (RJ), 91. Vive no Rio.

7. D. Waldyr Calheiros Novaes, bispo emérito de Barra do Piraí-Volta Redonda (RJ), 88. Vive em Volta Redonda.

8. D. Serafim Fernandes de Araújo, cardeal arcebispo emérito de Belo Horizonte (MG), 87. Vive em Belo Horizonte.

9. D. José Mauro Ramalho Alarcón Santiago, bispo emérito de Iguatu (CE), 86. Vive em Iguatu.

10. D. Antonio Ribeiro de Oliveira, arcebispo emérito de Goiânia (GO), 85. Vive em Inhumas (GO).

Ainda segundo o professor Altemeyer, “o Brasil enviou de 11 de outubro de 1962 até 8 de dezembro de 1965, um total de 243 bispos e prelados para participar das quatro sessões conciliares, acrescidos do trabalho de nove peritos (teólogos, biblistas, liturgistas, comunicadores e canonistas) e ainda da presença oficial de um leigo (senhor Bartolo Perez) como membro dirigente da Juventude Operária Católica (JOC) e operário de uma fábrica na Moóca, bairro da zona leste paulistana.”

Ao apresentar a lista, o professor chamou o grupo de “digno e belo sucessor do colégio dos doze apóstolos”.

 

LEITOR Roberval Freire sugere às pessoas interessadas em mais informações e polêmicas sobre o o Jubileu do Concílio a leitura do seguinte blog:  http://www.forumaparecida.blogspot.com.br/

 

Acompanhe o blog pelo Twitter – @Roarruda

Nota do moderador: comentários são bem vindos. Mas comentários preconceituosos, racistas e homofóbicos, assim como manifestações de intolerância religiosa, xingamentos, ofensas entre leitores, contra o blogueiro e a publicação não serão reproduzidos. Não é permitido postar vídeo. Os textos devem ter relação com o tema do post. Não serão publicados textos escritos inteiramente em letras maiúsculas. Os comentários reproduzidos não refletem a linha editorial do blog.