As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Desde sua posse, Dilma nunca recebeu os índios

Roldão Arruda

04 Junho 2013 | 13h13

Desde sua posse, em janeiro de 2011, a presidente Dilma Rousseff nunca recebeu oficialmente uma delegação de representantes indígenas. Isso foi lembrado à ministra Gleisi Hoffman, da Casa Civil, durante o encontro que manteve na segunda-feira, 3, com o secretário da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, d. Leonardo Steiner.

Na conversa sobre a crise em torno das demarcações de terras indígenas, o principal pedido do representante do episcopado brasileiro à ministra foi exatamente esse: que a presidente marque uma reunião e receba os índios.

Gleisi prometeu falar com os índios, mas evitou comentar, na entrevista coletiva que deu após sair da CNBB, o distanciamento da presidente. Em represália, o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), que é vinculado à CNBB, acaba de divulgar uma nota oficial na qual enfatiza que Dilma recusa o diálogo com os índios, mas mantém as portas abertas de seu gabinete para representantes dos proprietários rurais.

Diz o texto: “A presidente Dilma ainda não recebeu os povos indígenas para qualquer conversa ao longo destes mais de dois anos de mandato. No entanto, somente no mês de maio, a presidenta reservou tempo em sua agenda para ao menos cinco encontros com representantes dos ruralistas, inimigos históricos dos povos indígenas. Somente em maio, Dilma esteve, oficialmente, duas vezes reunida com a senadora Kátia Abreu (PSD-TO), presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).”

 Acompanhe o blog pelo Twitter – @Roarruda

Nota do moderador: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas.O objetivo deste espaço é estimular o diálogo, a troca de ideias. É indispensável que os comentários estejam relacionados ao tema do post. Não são publicados links enviados por leitores nem textos escritos inteiramente com letras maiúsculas. Os comentários que não se enquadrarem nessas regras não serão divulgados. Os leitores que insistirem nas ofensas serão banidos. O autor do blog não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários.