As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil atrai atenções de organizações internacionais de direitos humanos

Roldão Arruda

17 de abril de 2012 | 18h57

As grandes organizações internacionais de direitos humanos estão mirando o Brasil com atenção cada vez maior. Uma delas, a Human Rights Watch, que tem sede em Nova York e escritórios em mais 14 cidades espalhadas pelo mundo, vai desembarcar em São Paulo nos próximos dias. Uma parte da equipe já está trabalhando no País.

Por sua vez, a Anistia Internacional está prestes a inaugurar oficialmente um novo escritório no Rio. No ano passado, a organização, premiada com o Nobel da Paz em 1977, já havia dado um passo importante para ampliar sua presença no território brasileiro, com a criação de uma diretoria exclusiva para o Brasil. Ela está sendo comandada pelo cientista político e historiador Átila Roque, ex-coordenador do Ibase.

A atenção das organizações internacionais está relacionada, segundo seus assessores, à relevância que o Brasil vem adquirindo no cenário internacional. Além do Brasil, a Anistia pretende estabelecer diretorias nos outros quatro países integrantes do chamado grupo dos BRICs – Rússia, Índia, China e África do Sul. 

Os especialistas em direitos humanos das duas organizações deverão acompanhar de perto o andamento da Comissão da Verdade, cujos integrantes devem ser nomeados nos próximos dias pela presidente Dilma Rousseff.

 

publicidade

publicidade