As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Atrasado, candidato a presidente promete acelerar obras da Copa

Roldão Arruda

15 de julho de 2014 | 20h33

Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência da República, está prometendo acelerar as obras de infraestrutura do País para a realização da Copa do Mundo de 2014. Sim, essa mesma Copa que acabou de acabar – e na qual o Brasil sofreu o vexame de uma derrota de 7 a 1 para a Alemanha.

O descompasso do candidato com a realidade é explicável. Ao registrar sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral, dias atrás, ele não se deu ao trabalho de preparar um documento com o seu programa de governo. Preferiu enviar uma cópia do Decálogo do Brasil pra Frente, que já havia apresentado nas eleições de 2010.

Ele dizia então que, se eleito, iria acelerar as obras de infraestrutura para a realização da Copa do Mundo de 2014. Do jeito que está apresentado nas páginas do TSE, ele continua mantendo a promessa. Também promete construir dez usinas nucleares a instalar presídios de segurança máxima em grandes embarcações, que ficariam sempre estacionadas em alto mar. Também aparece na lista de promessas o já tradicional aerotrem.

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.