28 de junho: a Queda da Bastilha do movimento gay
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

28 de junho: a Queda da Bastilha do movimento gay

Roldão Arruda

28 de junho de 2012 | 04h36

Hoje, 28 de junho, é o Dia do Orgulho Gay. Sua história começou na virada de 27 para 28 de junho de 1969, em Nova York. Mais exatamente na Christopher Street, rua do Greenwich Village, onde funcionava o Stonewall Inn, bar cuja clientela era constituída sobretudo por jovens e animados gays.

Lá pelas tantas, uma patrulha policial invadiu o bar, com ordens para prender seus funcionários e jogar todo mundo na rua, alegando descumprimento das leis locais sobre venda de bebidas alcoólicas. Não era uma ação incomum. Frequentemente policiais entravam acintosamente em bares como aquele, provocando a debandada dos fregueses, que temiam ser presos e identificados publicamente como gays.

Naquela noite, porém, por uma conjunção de fatores ainda não completamente explicados, os fregueses não fugiram. Eles enfrentaram os policiais e, ao serem atacados, responderam com um bombardeio de garrafas, copas, cadeiras, tudo que encontraram ao alcance da mão.

Os policiais revidaram e foi assim que, na madrugada do dia 28, teve início a Batalha de Stonewall Inn, que mobilizou frequentadores de bares gays vizinhos, do bairro e até de outras regiões da cidade. O conflito se estendeu por um fim de semana inteiro. Grupos de gays e travestis irrompiam o tempo todo de diversos locais gritando palavras de ordem. “Sou bicha e me orgulho disso”, diziam.

A batalha chamou a atenção da imprensa e de políticos e provocou debates sobre o arbítrio policial. Como resultado, daquele fim de semana em diante, o tratamento aos gays em Nova York mudou. Passaram a ser mais respeitados.

 O episódio acabou influenciado grupos gays de todo o mundo. Ao comentar o episódio no livro O Que É Homossexualidade, os pesquisadores Peter Fry e Edward MacRae chegam a afirmar que a rebelião de Stonewall está para o movimento homossexual como a tomada da Bastilha para a Revolução Francesa.

Mais tarde, o dia 28 de junho se transformou no Dia do Orgulho Gay, relembrado nas paradas que ocorrem por todo o mundo.

O Stonewall Inn passou por várias reformas, mas continua lá, na mesma rua. É considerado um símbolo da resistência do movimento. Foi ali que, em junho do ano passado, um grupo de homossexuais comemorou a aprovação da lei novaiorquina que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

(O texto desse post foi parcialmente extraído do livro Dias de Ira)

Acompanhe o blog pelo Twitter – @Roarruda

Nota do moderador: comentários são bem vindos. Mas comentários preconceituosos, racistas e homofóbicos, assim como manifestações de intolerância religiosa, xingamentos, ofensas entre leitores, contra o blogueiro e a publicação não serão reproduzidos. Não é permitido postar vídeo. Os textos devem ter relação com o tema do post. Não serão publicados textos escritos inteiramente em letras maiúsculas. Os comentários reproduzidos não refletem a linha editorial do blog.

 

publicidade

publicidade