As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo de prefeito com pires na mão não é exibido em sabatina com presidenciáveis

Camila Tuchlinski

19 Maio 2010 | 15h48

Por Rafael Moraes Moura

Ao contrário do previsto, um vídeo com imagens de um prefeito com pires na mão não foi exibido durante a sabatina promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) com os presidenciáveis José Serra (PSDB), Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV). A peça foi criticada pelos representantes da candidata petista, informou o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

Fonte: YouTube/Canal de Ricardo Noblat

Segundo ele, o vídeo foi apresentado previamente para os representantes dos três candidatos, mas não houve consenso em torno da exibição. “Houve uma reunião e, por parte do governo, houve o entendimento de que o que constaria nesse vídeo poderia privilegiar os demais candidatos.

Seria, em tese, prejudicial (a Dilma), disse Ziulkoski, que corrigiu-se em seguida afirmando que a reunião foi com representantes da “candidata que tem o apoio do governo” e não com o governo. Segundo ele, como a representante da candidata Marina Silva concordou que não iria desempatar, deixou para a entidade resolver se exibiria ou não o vídeo.

Para Ziulkoski o vídeo não representa uma realidade específica do governo Lula. “Não é do governo atual, aquele é um símbolo de todos os governos que, na nossa avaliação, [o governo federal] é uma instituição perniciosa para tudo isso que discutimos aqui”, afirmou o presidente da CMN. 

Segundo a assessoria da petista, o vídeo foi considerado ofensivo ao governo e não condizente com a realidade. Ainda segundo a assessoria, Dilma ão assistiu ao vídeo.

Durante a sabatina, o tucano José Serra perguntou pelo vídeo, que seria exibido durante a apresentação de uma das perguntas: “Cadê o vídeo? Foi tirado provavelmente a pedidos”, alfinetou.

Mais conteúdo sobre:

DilmaencontroMarinaprefeitosSerra