As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Último remanescente do ‘núcleo duro’ do atual governo, Dulci é retirado da lista de ministeriáveis do PT-MG

Camila Tuchlinski

23 de novembro de 2010 | 12h08

Eduardo Kattah, de Belo Horizonte

Indicado como um dos ministeriáveis do PT-MG para o governo Dilma Rousseff, o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci, encaminhou carta ao diretório estadual do partido na qual afirma que já cumpriu sua missão durante os oito anos do governo Lula. Dulci é o último remanescente do chamado “núcleo duro” do atual governo.

A comissão da Executiva Estadual do PT, que apresenta ao presidente nacional do partido, José Eduardo Dutra, nomes dos mineiros para o primeiro escalão do governo, retirou Dulci da lista. Permanecem os nomes do ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Patrus Ananias, do ex-prefeito Fernando Pimentel e do deputado federal Virgílio Guimarães.

Tudo o que sabemos sobre:

Luiz DulciMGPT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.