As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vice de Haddad diz que campanha de Russomanno é vazia e sem propostas

luizamonteiro

11 de setembro de 2012 | 08h00

O Estado de S. Paulo

Em entrevista à TV Estadão nesta terça-feira, 11, Nádia Campeão (PC do B), vice do candidato Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo, afirmou que a liderança de Celso Russomanno (PRB) nas pesquisas de intenção de voto se deve à sua atividade anterior como apresentador e a insatisfação dos eleitores com nomes já conhecidos, como de José Serra (PSDB) e do prefeito Gilberto Kassab (PSD). No entanto,  a candidata criticou campanha do postulante favorito nas pesquisas: “Acho que a campanha de Russomanno é um pouco vazia, sem propostas, há uma insuficiência administrativa e a capacidade de juntar forças políticas.”

Nádia Campeão é engenheira agrônoma e foi a primeira mulher a comandar a Secretaria de Esportes da Prefeitura de São Paulo, entre 2001 e 2004. Em 2006, Campeão foi vice da chapa de Aloizio Mercadante, então candidato a governador do Estado de São Paulo. Nádia terá 30 minutos para apresentar suas propostas e responder às perguntas de jornalistas do Grupo Estado. O internauta também pode participar enviando perguntas pelo Twitter, usando a hashtag #viceHaddad, pelo Facebook ou ainda pelo e-mail eleicoes2012@estadao.com.

Na quarta-feira, 12, será a vez de Alexandre Schneider (PSD), vice de José Serra (PSDB); e Lucas Albano (PMN), vice de Soninha Francine (PPS), na quinta-feira, 13.

Já foram entrevistados Luiz Flávio D’Urso (PTB), vice do candidato Celso Russomanno (PRB),  Joaquim Grava, vice de Paulinho da Força (PDT), Marianne Pinnoti, vice de Gabriel Chalita (PMDB) e Edmilson Costa (PCB), vice de Carlos Giannazi (PSOL).

Abaixo, os melhores momentos da entrevista:

15h27 – Nádia fala de possível indicação de Marta para Ministério da Cultura: “Eu acho que não tem nada ainda de concreto, precisa aguardar o anúncio de Dilma, também fiquei sabendo pela imprensa. Acho que a Marta tem competência e qualidades para ser ministra”.

15h25 – Nádia fala sobre presença de Marta e Dilma na campanha: “Ajuda bastante, são duas mulheres importantíssimas. A Marta por ser uma mulher guerreira e seus 4 anos de governo, com a criação dos CEUs, os corredores de ônibus, bilhete único. Ela é muito querida. E a presença da presidenta Dilma, nem se fala. É uma excelente surpresa para todos que confiaram na indicação de Lula. É claro que é um apoio importantíssimo. Vamos também fazer esforços para fazer parceria com governo estadual e também trazer o governo federal para SP”.

15h22 – “Sobre o Ministério dos Esportes, a maior parte das acusações não tinha fundamento. Foi uma denúncia falsa contra o ministro Orlando Silva. Foi arquivado o processo contra Orlando porque não havia nenhuma prova. O PCdoB não tem nenhum processo, nenhum questionamento”.

15h19 – Nádia fala da atuação de seu partido, PC do B, na área do Esporte. “Começou com o Aldo Rebelo. Ele foi muito enfático porque é uma área que a população gosta”. Nádia fala que o PCdoB atuou na pasta durante a gestão de Marta.

15h18 – “Ou nós unimos forças para realizar uma boa Copa do Mundo ou ninguém ganha”. Nádia fala em realizar a Copa com interesse suprapartidário.

15h16 – “Acho que a nota para gestão Kassab, a população já deu, que é insuficiente. Ele próprio colocou metas para realização de metas e neste ano, cumpriu 36%”.

15h14 – “Eu acho que a candidatura do Russomanno ganhou um espaço grande em função da atividade que ele teve como apresentador. As pessoas conhecem, como conhecem muitas que atuam na televisão. Acho natural que ele aparecesse já que o eleitor manifestou uma vontade de mudar por insatisfação com o Serra e Kassab. Mas acho que com o tempo da campanha vai adquirindo peso a identidade do candidato. Acho que a campanha de Russomanno é um pouco vazia, sem propostas, uma insuficiência administrativa e a capacidade de juntar forças políticas”.

15h12 – “Nós temos certeza de que SP terá 2ª turno. E a nossa candidatura vem crescendo com o início do horário eleitoral.As últimas pesquisas nos colocam no empate técnico da 2ª posição. Eu diria que nossa campanha tem pautado o debate eleitoral, o Haddad foi o que apresentou 1ª um programa”.

15h09 – “Acredito que no 2ª turno podemos agregar outras forças políticas, de outros partidos. Acho que temos que governar olhando esse conjunto de forças. Acho natural que a gente participe do governo (PCdoB), assim como outros partidos da aliança”.

15h07 – “Pretendemos trabalhar com creche em tempo integral. A mãe não trabalha meio período, trabalha período integral. Creche é creche de tempo integral, próximo onde a pessoa morar. Hoje a demanda é de 150 mil vagas para SP, esse é nosso compromisso”. Nádia promete cumprir a meta em 4 anos e construir 172 creches.  Para vice,  a medida é prioritária desde 1ª de janeiro.

15h06 – Nádia fala de possíveis problemas da foto de Haddad com Maluf: “Se houve, isso é secundário. Acho o que predomina hoje é a candidatura de Haddad e o perfil dele, a identidade do candidato. Acho que hoje isso não é de relevância”.

15h03 – Nádia fala sobre substituir Erundina como vice após aliança com Maluf: Não teve nenhum constrangimento. Temos uma grande admiração pela Erundina, é natural que tivesse a indicação dela. Substituir a Erundina, então, é de certa forma, orgulha bastante. Agora, essa aliança com o PP, eu compartilho da mesma opinião do Haddad. É preciso fazer alianças para fazer políticas eleitorais, para governar. O que predomina na nossa frente é o programa”.

15h01 – “A saúde é uma queixa em todas regiões. Outra queixa muito presente é o transporte público”.

15h – Nádia diz que o papel do vice prefeito é ajudar a formular o programa de governo e participar da campanha intensamente.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.