As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

TV ESTADÃO: ‘Serra entrou na campanha com desgaste muito grande’, diz diretora do Ibope

Redação

28 de outubro de 2012 | 21h42

Atualizado às 23h14

O Estado de S. Paulo

Márcia Cavallari, diretora-executiva do Ibope, afirmou em conversa com José Roberto de Toledo, colunista responsável pelo Estadão Dados, que as eleições municipais de 2012 foram marcadas por uma forte clivagem social. Apesar disso, ela chamou a atenção para a penetração do candidato do PT em áreas da cidade tradicionalmente anti-petistas. “Acho que Haddad acabou tendo uma aceitação maior por parte do eleitorado da área anti-petista. Serra entrou na campanha com desgaste muito grande, também pelo fato de ter saído da prefeitura em 2008 para concorrer à presidência”, afirmou.

Toledo ressaltou o encolhimento do PSDB nestas eleições municipais; o partido começará o ano que vem com 90 prefeituras a menos. “O PSDB deve fazer reflexão depois destas eleições para pensar o que fazer no futuro, e em como resolver graves problemas regionais”. Toledo chamou a atenção para o fato de o partido ter uma forte base nos Estados de São Paulo e Minas Gerais – 45% dos seus prefeitos eleitos estão nestes Estados -, mas não em outros, o que compromete seu potencial para eleger deputados federais nas eleições de 2014.

Toledo afirmou que o alto índice de abstenção – de 20% – pode ter ocorrido em virtude de “um descontentamento por uma parte do eleitorado, seja com os candidatos, seja com a política”. Ele também levantou a possibilidade de o número se dever ao fato de o cadastro eleitoral brasileiro ser bastante desatualizado, e contar ainda com diversos eleitores já falecidos, por exemplo.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.