As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

TV ESTADÃO: ‘O grande perdedor é o PSDB’, analisa cientista político da FGV

Redação

28 de outubro de 2012 | 19h15

Atualizado às 20h56

O professor e cientista político da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Marco Antonio Teixeira comentou as eleições municipais na TV Estadão e destacou que “o grande perdedor é o PSDB, sobretudo por causa de São Paulo”. “É uma derrota para Alckmin e uma derrota pessoal para José Serra, que já havia sofrido uma derrota para Dilma há dois anos”, analisou Teixeira.

Para Teixeira, em São Paulo inicialmente o que fortaleceu o nome do petista Fernando Haddad foi o apoio de Lula e Dilma. Já no segundo turno, tão importante quanto a intenção de voto foi a rejeição ao candidato adversário, José Serra (PSDB).

“Para Haddad, o desafio como prefeito é muito grande. Kassab inaugurou o plano de metas e terminou seu governo com 36% das metas concluídas. Haddad vai ter que estudar muito bem o que propor para não frustrar a sociedade de novo”, disse o professor da FGV.

O cientista político comentou o desempenho do PC do B como vitorioso, lembrando das vitórias em Jundiaí (SP), Belford Roxo (RJ) e Contagem (MG).

Pesquisas

De Nova York, Sidney Kuntz, especialista em marketing político e pesquisas eleitorais, participou por vídeo e disse que o eleitor decide seu voto cada vez mais perto do pleito. “A classe politica está desgastada, o eleitor busca conhecer aqueles candidatos que têm condição de chegar ao final da disputa”, disse.

O especialista comentou também as eleições nos EUA. “Cada pesquisa mostra um candidato na frente. Os debates têm um valor muito grande”. Segundo ele, nos EUA o formato de debate permite que o eleitor tome melhor conhecimento das propostas.

Tudo o que sabemos sobre:

eleições 2012

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.