As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

TSE suspende propaganda de Weslian em que padre discursa contra o PT

Bruno Siffredi

15 de outubro de 2010 | 11h46

Fonte: TSE

O TSE determinou na quinta-feira, 14, a suspensão de uma propaganda eleitoral da candidata ao governo do DF Weslian Roriz (PSC), em que um padre critica a presidenciável do PT, Dilma Rousseff. A ministra Nancy Andrighi, que julgou o caso, considerou que a peça publicitária teria “ultrapassado os limites da crítica política, ainda que feita de forma contundente, o que viabilizaria a concessão do direito de resposta”.

A propaganda foi veiculada durante o horário eleitoral gratuito reservado a Weslian nos dias 11, 12 e 13 de outubro. No recurso, a candidata do PT alega que as propagandas teriam causado grave ofensa à sua honra e reputação por, “dentre outras afirmações falsas ofensivas, de cunho difamatório e calunioso, afirmar que o PT é a favor da interrupção de gestações indesejadas”.

Além da suspensão, a petista pediu direito de resposta e a perda de tempo equivalente ao dobro da duração do trecho da propaganda (2 minutos e 48 segundos). O TSE ainda não analisou os outros pedidos.

Tudo o que sabemos sobre:

Dilma RousseffPTTSEWeslian Roriz

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.