As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

TSE suspende propaganda de Dilma que citou pesquisa

Bruno Siffredi

25 de agosto de 2010 | 13h35

Fonte: TSE

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Nancy Andrighi, determinou a imediata suspensão das repetições da propaganda eleitoral da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, que cita a mais recente pesquisa de intenção de voto realizada pelo instituto Datafolha.

A propaganda foi veiculada na terça-feira, 24, no horário eleitoral gratuito destinado à coligação “Para o Brasil seguir mudando”, que apoia a candidatura de Dilma.

Segundo a ministra, a propaganda não informa “com clareza passível de leitura e tampouco anunciado pelo locutor a data da realização da pesquisa, nem a margem de erro na coleta de dados”.

Além de ordenar a suspensão de novas veiculações, o TSE determinou que o grupo de emissoras de rádio e TV responsáveis pela distribuição da propaganda eleitoral gratuita interrompa a transmissão.

A representação foi apresentada pela coligação “O Brasil pode mais”, que apoia a candidatura do presidenciável tucano, José Serra.

A pesquisa Datafolha realizada na última sexta-feira, 20, mostra a candidata do PT com 47% das preferências, 17 pontos porcentuais à frente do rival tucano, que aparece com 30%. Por sua vez, a candidata do PV, Marina Silva, foi escolhida por 9% dos entrevistados.

Tudo o que sabemos sobre:

Dilmapropaganda eleitoralTSE

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.