As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tiririca vota contra o governo, mas assessoria diz que ele se confundiu

TANIA MARIA BARBOSA MARTIN

16 de fevereiro de 2011 | 23h17

 Eduardo Bresciani

Em sua primeira votação nominal como deputado federal, Tiririca (PR-SP) votou contra o governo mesmo depois de ter anunciado que acompanharia a orientação do partido de aprovar o mínimo de R$545 e rejeitar as propostas maiores, de R$ 560 e R$ 600.

tiririca_celsojr.jpg

Foto: Celso Junior/AE

Na lista de votação da proposta do mínimo de R$ 600 o voto do deputado aparece como favorável à proposta. Sua assessoria, porém, disse ao Estado que o deputado se confundiu e que ele desejava ter votado de outra forma.

Além de Tiririca, outros sete deputados da base aliada votaram com a proposta de R$ 600, defendida pelo PSDB. Entre os tucanos também houve “traição”. Dois deputados do PSDB votaram contra a proposta.

Tudo o que sabemos sobre:

salário mínimoTiririca

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.