As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Teria que pensar’, diz Marta sobre eventual aliança com o DEM em São Paulo

Jennifer Gonzales

05 de setembro de 2011 | 09h48

Jair Stangler, do Estadão.com.br

A senadora Marta Suplicy comentou nesta segunda-feira, 5, a decisão do PT no 4º Congresso Nacional do partido de deixar brechas para alianças com partidos de oposição – DEM, PPS e PSDB – nos municípios. “Isso me pareceu mais uma maturidade do PT do que um atraso”, afirmou. De acordo com ela, “faz parte.” Questionada sobre a possibilidade de se aliar a estes partidos em São Paulo, ela descartou logo o PSDB, que, diz ela, “sempre é a maior oposição. Não seria possível”.

Com relação ao DEM,  a senadora refletiu um pouco e admitiu a possibilidade. “Nessa amplitude colocada, a gente teria que pensar as possibilidades, as dificuldades, as vantagens, as desvantagens… E acho que não está colocado isso nesses momento”, afirmou.

Sobre o PSD, novo partido do prefeito Gilberto Kassab, Marta disse que “esse é complicado porque tem o Kassab em São Paulo. A campanha em São Paulo é de oposição ao governo. Nós saímos e eles entraram, então fica mais difícil.

Marta participa nesta segunda do Seminário Brasil Metropolitano, promovido em parceria entre ela e a Universidade Mackenzie, em São Paulo.