Tem algumas horas de vida o mais jovem cabo eleitoral de Dilma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tem algumas horas de vida o mais jovem cabo eleitoral de Dilma

Jennifer Gonzales

09 de setembro de 2010 | 13h09

Carol Pires e José Orenstein

dilma_gabriel roberto stuckert filho 480

Foto: Robert Stuckert Filho/Divulgação

Chama-se Gabriel o mais jovem cabo eleitoral de Dilma Rousseff na campanha à Presidência. Ele nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul às 6h41 desta quinta-feira, no dia 9 de setembro. Filho do casal Rafael e Paula Covolo,  filha única de Dilma, Gabriel tem 50 centímetros de altura e pesa 3,9 quilos. É o primeiro neto de Dilma.

A foto acima foi publicada no final da tarde desta quinta no site da campanha de Dilma. Em razão do nascimento do neto, a candidata cancelou comício que faria esta noite em Ribeirão Preto (SP). Há cerca de um hora ela comentou o acontecimento no Twitter: “Obrigada pelas congratulações pelo nascimento do Gabriel! É um dia de muita alegria. Ser avó é uma dádiva e estou curtindo esse momento.”

No site da campanha da candidata, desde hoje cedo se anuncia a chegada ao mundo de Gabriel – e faz-se chamamento público: “Gostaríamos de convidar você a enviar uma mensagem para Dilma e sua família. Participe deste momento tão emocionante e conte a novidade a seus amigos e amigas. Clique aqui para dar os parabéns para a mais nova vovó do Brasil.”

No mailing da candidata, que na campanha é gerido pela equipe “Dilma 13”, novo protagonismo de Gabriel, com suas poucas horas de vida, na promoção da petista: “Olá, Dilma recebeu hoje uma notícia muito especial. Gostaríamos de compartilhá-la com você! Nossa candidata se tornou avó. Nasceu no Rio Grande do Sul seu primeiro neto, Gabriel. A nova mamãe é Paula, filha única de Dilma”, diz a mensagem disparada por e-mail nesta manhã.

Ao clicar para congratular a ‘mais nova vovó do Brasil’, o internauta é direcionado à página da campanha:

vovo.JPG

Atualizada às 17h52

selinho_twitter218217

Tudo o que sabemos sobre:

Dilma RousseffGabrielnetoPT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.