As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Soninha já garante ser pré-candidata à Prefeitura em 2016

João Coscelli

28 de outubro de 2012 | 16h30

Isadora Peron, de O Estado de S. Paulo

Ao votar na tarde deste domingo, 28, Soninha Francine (PPS), candidata derrotada no primeiro turno das eleições paulistanas, disse que já é pré-candidata à Prefeitura de São Paulo em 2016. Ela, no entanto, afirma não descartar a possibilidade de pleitear uma vaga na Câmara dos Deputados em 2014.

Soninha, que declarou apoio ao tucano José Serra neste segundo turno, disse que daqui para frente vai atuar fiscalizando o poder público independentemente de quem for o vencedor deste pleito. “Eu vou procurar o prefeito muitas vezes para fazer sugestões, E vou fiscalizar, vou criticar, vou ser marcadora individual do prefeito, seja ele quem for.”

Segundo as últimas pesquisas, o candidato do PT, Fernando Haddad, lidera a disputa. Sobre o episódio em que xingou o petista em um artigo publicado em seu blog, Soninha disse que pediu desculpas a Haddad na sexta-feira passada, após o debate realizado pela Rede Globo. “Lá no dia debate, eu disse para ele: ‘Desculpa aí candidato, eu queria xingar o senhor, não a sua mãe’, e ele deu risada.”

Em um balanço sobre as eleições deste ano, Soninha classificou o cenário como “atípico” por conta do fator Celso Russomanno, candidato do PRB que liderou as pesquisas de intenção durante o primeiro turno, mas acabou derrotado nas urnas no último dia 7.

Tudo o que sabemos sobre:

eleições 2012Soninha

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.