As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Coligação de Serra entra com dois pedidos de resposta contra Dilma

Ricardo Chapola

13 de outubro de 2010 | 19h33

A coligação do candidato tucano à Presidência, José Serra, protocolou ontem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dois pedidos de resposta contra inserções da adversária Dilma Rousseff (PT) no rádio e na televisão. No primeiro, Serra questiona jingle do PT que satiriza o slogan “Serra é do Bem”. “Serra diz que é do bem para ganhar você/ele é da turma do FHC”, diz o jingle, veiculado desde sábado em inserções de 15 segundos no rádio. De acordo com os advogados da coligação “O Brasil Pode Mais”, “Dar a alguém o epíteto de não ser do bem é alço que macula indelevelmente a honra de quem quer que seja, especialmente quando trata de pessoa que tem vida pública, cuja honra pessoal constitui um dos mais preciosos valores”. Os tucanos pedem direito de resposta de um minuto para cada veiculação da peça petista.

O outro direito de resposta refere-se a uma inserção de TV de Dilma, que insinua que o presidenciável tucano é responsável por “um revés no serviço de saúde municipal de São Paulo”. O filme foi elaborado com base em uma reportagem do Estado publicada em 2009 – quando Serra era governador. A peça foi ao ar ontem por duas vezes e o PSDB pede direito “Dar a alguém o epíteto de não ser do bem é alço que macula indelevelmente a honra de quem quer que seja, especialmente quando trata de pessoa que tem vida pública, cuja honra pessoal constitui um dos mais preciosos valores”, afirma a defesa de Serra. de resposta de um minuto para cada uma delas.

Tudo o que sabemos sobre:

açãoDilma RousseffTSE

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.