Serra aparece de surpresa em evento no Palácio dos Bandeirantes e ‘rouba’ cadeira do governador
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Serra aparece de surpresa em evento no Palácio dos Bandeirantes e ‘rouba’ cadeira do governador

Lilian Venturini

24 de março de 2014 | 16h32

Pedro Venceslau
(atualizado em 26.03)

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) disse na semana passada que o cargo que mais lhe deu prazer foi o de prefeito, mas, nesta segunda-feira, o tucano parece ter sentido saudade de chefiar o Executivo estadual.

Serra apareceu de surpresa hoje no Palácio dos Bandeirantes, durante uma cerimônia com cerca de 500 prefeitos do interior de São Paulo para assinatura de 1622 convênios. E, sem anúncio, subiu ao palco e sentou-se ao lado do chefe da Casa Civil, Edson Aparecido.

Na cadeira, minutos antes, estava sentado o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A cena provocou risos entre os presentes. Para evitar desconforto, o cerimonial se apressou em colocar outra cadeira para Alckmin.

Pré-campanha. Nas últimas semanas, Serra tem intensificado sua agenda política com visitas a cidades do interior do Estado e conversas com dirigentes do partido para viabilizar sua candidatura a deputado federal.

Na última sexta-feira, 21, por exemplo, Serra esteve em Campos de Jordão participando do Congresso da Associação Paulista dos Municípios.

A assessoria de imprensa da secretaria da Casa Civil do Palácio dos Bandeirantes informou a redação, na noite desta terça-feira, 25, que o ex-governador José serra (PSDB) foi convidado pelo secretário Edson Aparecido a participar do evento com os prefeitos. . Esclarece ainda não ser verdadeira a informação de que Serra tenha “roubado” a cadeira do governador Geraldo Alckmin. A cadeira adicional foi colocada pelo cerimonial antes da subida de Serra ao palco e o ex-governador foi convidado por Edson Aparecido para sentar-se ao seu lado.

 

Tendências: