Com 11 propostas, senadores finalizam discussão sobre reforma política
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com 11 propostas, senadores finalizam discussão sobre reforma política

Lilian Venturini

10 de maio de 2011 | 17h37

O sistema de voto em lista, ponto mais delicado da reforma política em discussão na comissão do Senado, será enviado à Casa como uma proposta de emenda à Constituição (PEC). Em reunião nesta terça-feira, 10, os senadores finalizaram as discussões sobre a reforma e aprovaram o modelo, que institui o sistema eleitoral de listas preordenadas nas eleições para deputados e vereadores. Nesse caso, o partido define uma lista com nomes de seus candidatos em ordem de prioridade.

Veja também
Entenda quais são os sistemas eleitorais em debate e opine
Conheça as 11 propostas elaboradas pela comissão do Senado

A definição do tema foi a mais controversa e não teve consenso entre os senadores que integram a comissão. Além da PEC, a reunião desta tarde também finalizou a proposta que institui o financiamento público de campanhas eleitorais. Ao todo, a comissão vai encaminhar à Mesa do Senado 11 propostas para a reforma política. Todas serão analisadas pelo presidente da Casa, José Sarney, para em seguida tramitar na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Na semana passada, o vice-presidente Michel Temer declarou que o governo já considera a hipótese de a reforma não avançar neste ano. Em matéria publicada pelo Estado, no começo de abril, lideranças de partido se disseram céticos quanto à aprovação integral da proposta elaborada pela comissão. Na avaliação da maioria, apenas “perfumaria” seria aprovada, como a mudança da data da posse do presidente da República.

Com informações da Agência Senado


Tudo o que sabemos sobre:

Reforma políticaSenadovoto em lista

Tendências: