As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Senadores adiam escolha de sistema eleitoral

Lilian Venturini

22 de março de 2011 | 17h57

Lilian Venturini, do estadão.com.br

Os membros da Comissão de Reforma Política do Senado não conseguiram fechar proposta única sobre os sistemas eleitorais (como serão eleitos vereadores, prefeitos, deputados, governadores, senadores e presidente da República) e adiaram a votação para quinta-feira, 24. Tema principal da projeto de reforma, a decisão desta terça-feira, 22, da comissão reflete o impasse existente entre os senadores.

A escolha do sistema ainda não é consensual mesmo dentro de partidos, como o PSDB e o PMDB. Para quinta-feira, ficou acordado que os senadores vão decidir entre as três opções mais votadas: distrital misto com lista fechada, o voto proporcional com lista fechada e o distritão. Leia aqui o que cada um significa.

Na reunião desta terça, a comissão aprovou somente o segundo tema previsto no cronograma de discussão, o fim das coligações partidárias nas eleições proporcionais (para deputados federais, estaduais, distritais e vereadores). A decisão foi unânime.

Na quinta-feira, a comissão terá de discutir também o modelo de financiamento eleitoral e partidário (público, privado ou misto); cláusula de desempenho (também conhecida por cláusula de barreira) e a possibilidade de candidatura avulsa (candidato sem filiação partidária).

(Com informações da Agência Senado)

Tendências: