As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Segundo turno está ‘mais próximo’, diz Aécio

Candidato do PSDB à Presidência destaca resultado de pesquisa de intenção de voto que mostra oscilação negativa de Dilma e empate técnico entre eles em eventual segunda etapa

Lilian Venturini

18 de julho de 2014 | 11h39

O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, avaliou que o resultado da pesquisa de intenção de voto do Instituto Datafolha, divulgada nessa quinta-feira, 18, reforça a possibilidade de a eleição presidencial ser decidida no segundo turno. “Segundo turno cada vez mais próximo”, escreveu o tucano em seu perfil no Twitter, no final da noite.

O levantamento mostrou que a presidente Dilma Rousseff oscilou dois pontos porcentuais para baixo. Na primeira sondagem feita após a derrota do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo, a petista aparece com 36% das intenções de voto, contra 20% para Aécio e 8% para Eduardo Campos (PSB).

Na comparação com a pesquisa anterior, antes ainda do pedido de registro de todos os candidatos, Aécio também aparece com 20%. Os resultados, no entanto, não são conclusivos em relação a um segundo turno. Para Dilma vencer na primeira etapa, é preciso obter mais votos que a soma dos adversários. No cenário atual, eles registram, juntos, 36%.

Em sua página oficial na internet, Aécio afirmou que os índices indicam a vontade de mudanças por parte do eleitorado. “Quanto mais ando pelo Brasil, me convenço de que o sentimento de mudança prevalecerá”, diz o texto.

Num eventual segundo turno, a petista teria 44%, e o tucano, 40%. Contra Campos, Dilma teria 45% e o ex-governador, 38%. O candidato do PSB não comentou o resultado da pesquisa em suas páginas oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:

Aécio NevesDilma RousseffEleições

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.