As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sarney vai devolver R$ 23,9 mil gastos pelo Senado em jantar

Lilian Venturini

16 de maio de 2011 | 21h11

Eduardo Bresciani, do estadão.com.br

O Senado pagou R$ 23,9 mil por um jantar para 60 pessoas na residência oficial do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), em homenagem ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) César Asfor Rocha. Após a conta salgada ter sido revelada pela ONG Contas Abertas, Sarney decidiu ressarcir a Casa pelo valor gasto com o evento.

O jantar ocorreu no dia 28 de abril deste ano. Como a legislação obriga licitação para compras e prestação de serviços acima de R$ 8 mil, os empenhos pagos pelo Senado foram divididos em buffet, bebidas e decoração. Os valores de R$ 7.990, R$ 7,944 e R$ 8 mil foram pagos a três empresas diferentes. Duas das empresas, porém, têm o mesmo telefone e endereço.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação da Casa informou que Sarney resolveu ressarcir os cofres públicos. Segundo a versão da assessoria, o presidente da Casa já tinha tomado a decisão na semana passada ao ser informado dos valores gastos para a recepção. A nota, no entanto, ressalta que não existe “nenhuma ilegalidade” na forma como o negócio foi feito. A Secretaria diz ainda que o evento reuniu mais de 30 ministros, além de senadores.

Mais conteúdo sobre:

Contas AbertasjantarSarney