As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sarney diz que ministro do Turismo é ‘um homem de reputação ilibada’

Bruno Siffredi

14 Setembro 2011 | 16h55

Rosa Costa, da Agência Estado

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), não quis comentar a provável exoneração do ministro do Turismo, Pedro Novais, a quem elogiou, mais de uma vez, dizendo que o considera “um homem de reputação ilibada”. “Esse é um assunto que eu não desejo opinar, porque é da absoluta responsabilidade da presidente exonerar e nomear ministros”, alegou, ao chegar ao Senado nesta tarde. Em reforço à sua afirmação, Sarney lembrou que foi presidente (da República) “e sei que é assim”.

O presidente do Senado tem negado reiteradamente apadrinhamento a Novais, apesar dele ter sido eleito deputado na coligação que elegeu Roseana Sarney (PMDB) como governadora do Maranhão. A ida de Novais para o ministério do Turismo facilitou a posse do quinto suplente, Francisco Escórcio (PMDB-MA), ligado à família Sarney.

Escândalo. Denúncias indicam que Novais usou dinheiro público para pagar o salário da governanta de seu apartamento em Brasília no período de 2003 a 2010, quando o ministro exercia o mandato de deputado federal pelo PMDB do Maranhão. A revelação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. Em outra reportagem, também publicada pelo mesmo jornal, mostra que a mulher do ministro, Maria Helena de Melo, usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

 

Mais conteúdo sobre:

NovaisPMDBSarneyTurismo