Romário e Spike Lee ‘escapam’ de assalto em bar no DF
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Romário e Spike Lee ‘escapam’ de assalto em bar no DF

Lilian Venturini

26 de abril de 2012 | 11h57

do estadão.com.br

O deputado federal Romário (PSB-RJ) e o cineasta Spike Lee “escaparam” de ser duas das vítimas de um assalto a um bar em região nome de Brasília, no começo da madrugada desta quinta-feira, 26. Eles deixaram o local duas horas antes de ladrões invadirem o bar a renderem alguns clientes.

“Sei que é difícil de acreditar, mas essa hora eu já tava dormindo. Kkkkk”, brincou o deputado em seu perfil no Twitter. Romário tratou do caso na rede social porque inicialmente foi informado que ele e o cineasta estavam no bar no momento do assalto. A informação de que o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, estivesse no local também foi desmentida por sua assessoria.

“Fui ao bar para me encontrar com o cineasta Spike Lee, pois ele está gravando um documentário sobre o Brasil e me convidou para participar”, disse Romário, e finalizou: “Mas é isso, galera! Tá tudo bem comigo e eu não fui assaltado”.

De acordo com a polícia, havia poucos clientes quando o bar foi invadido e foram roubados alguns pertences e dinheiro do caixa do estabelecimento. O valor não foi informado e não houve feridos.

Cineasta. Spike Lee está no Brasil para produzir um documentário sobre o País, o “Go Brazil Go!”. A presidente Dilma Rousseff recebeu o cineasta norte-americano nessa quarta-feira, 25, foi convidada a participar das filmagens e, segundo ele, prometeu buscar tempo em sua agenda. O documentário vai falar sobre mudanças sociais e econômicas pelas quais o Brasil passou nos últimos anos.

Na quinta, o cineasta também acompanhou a sessão de julgamento sobre a validade do sistema de cotas nas universidades brasileiras, em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Spike Lee se disse favorável ao sistema.

 

Tudo o que sabemos sobre:

RomárioSpike Lee

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: