As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ricardo Izar sai do PV e vai para o PSD: ‘Partido tem bandeira bonita, mas é podre’

Redação

21 de outubro de 2011 | 21h15

Cedê Silva – Especial para o Estadão.com.br

O deputado federal Ricardo Izar Júnior, eleito pelo PV de São Paulo, acertou nesta sexta-feira, 21, sua filiação ao PSD em telefonema ao prefeito Gilberto Kassab. Izar criticou a direção do presidente do PV, José Luiz Penna. “O partido tem uma
bandeira bonita, mas nasceu para ser pequeno e fazer negociatas”, considerou.

Segundo o deputado, a direção do PV força potenciais candidatos a prefeituras no interior a desistirem das campanhas, em troca de cargos. “Um partido tem que ter projeto eleitoral para crescer”, reclamou Izar.

Ele diz ter conversado com vários membros do PSD antes de tomar a decisão, incluindo outros oriundos do PV. Pretendia disputar as prévias dos verdes para a Prefeitura, mas, graças às orientações de Penna, afirma que “o PV não vai
lançar candidato na capital em 2012, com certeza”.

A decisão foi tomada na última hora. Se demorasse muito para anunciar a mudança ou escolhesse outro partido que não o PSD, Izar poderia perder o mandato. Mas a legislação atual não pune quem se muda para uma legenda nova.

Ricardo Izar teve 87 mil votos em 2010 – o 61º das 70 vagas. Seu hoje rival Penna teve cerca de 9 mil votos a menos.

Tudo o que sabemos sobre:

PVRicardo Izar

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.