Reforma de R$ 9,3 milhões na Câmara de SP prevê auditório com cobertura retrátil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Reforma de R$ 9,3 milhões na Câmara de SP prevê auditório com cobertura retrátil

Lilian Venturini

11 de julho de 2011 | 14h40

da Agência Estado

A Câmara Municipal de São Paulo terá, até dezembro, auditório com cobertura retrátil para 302 pessoas e um conjunto com café e museu. É o que prevê a licitação de R$ 9,3 milhões pra reforma da Casa, aberta pela Mesa Diretora na quinta-feira passada.

Em duas décadas, esta será a primeira grande reforma do Palácio Anchieta, sede do Legislativo paulistano desde 1969. Todo o pavimento térreo também será reformado. A biblioteca da Câmara, que contém um dos maiores acervos sobre a história de São Paulo, vai ser transferida do segundo andar para o térreo, ao lado da entrada.

“Precisamos mostrar para as mais de 4 mil pessoas que entram todos os dias aqui o rico acervo da nossa biblioteca. E também dar um aspecto de movimentação para a Casa. Os vãos livres da entrada e o pé direito alto dão a impressão de que a Casa está meio vazia”, argumentou o vereador Claudio Prado (PDT), segundo vice-presidente da Mesa Diretora.

Na biblioteca da Câmara, estão todas as atas das sessões realizadas pelos vereadores desde 1572. Em agosto, o Legislativo paulistano completa 451 anos. Na reforma, a maior intervenção será no Auditório Freitas Nobre, localizado também no térreo. Com novo piso e cobertura, o auditório vai estar apto para receber filmes e peças de teatro, segundo Prado. “A intenção é trazer a população para a Câmara. Teremos um dos melhores auditórios da cidade”, diz o vereador.

Tudo o que sabemos sobre:

Câmara Municipal de São Pauloreforma

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.