As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PT e PSDB voltam a disputar homenagens a Tancredo

Armando Fávaro

21 de abril de 2010 | 15h46

 

Julia Duailibi

As homenagens a Tancredo Neves, cuja morte completa 25 anos nesta quarta, 21, voltaram a ser tema de disputa eleitoral. A pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, postou em seu blog hoje um texto no qual diz que “Tancredo Neves foi um daqueles raros líderes que tinham preocupação sincera com a questão social no país – defendia o progresso para reduzir a desigualdade”. Teceu outro elogios ao afirmar que o mineiro foi “um grande brasileiro que conduziu o País de volta à democracia”.

O PSDB reagiu às afirmações da petista. O presidente do PSDB, Sergio Guerra, afirmou: “A homenagem do PT e de Dilma a Tancredo é de uma falsidade completa. Estão tentando corrigir o passado. O verdadeiro reconhecimento de Tancredo foi feito pelo PSDB nesta semana em Belo Horizonte”. As declarações do senador são uma referência ao encontro dos tucanos na segunda-feira, em Minas, quando foi dada a largada à pré-candidatura de José Serra, e ao fato de o PT não ter apoiado a candidatura de Tancredo no colégio eleitoral em 1985.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.