PT de SP também disputa cargos na nova articulação de Dilma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PT de SP também disputa cargos na nova articulação de Dilma

Lilian Venturini

10 de junho de 2011 | 12h45

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo

Apesar de o próprio vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), admitir que a ex-senadora e ministra da Pesca, Ideli Salvatti (PT-SC), é um “nome forte” para substituir o ministro Luiz Sérgio na pasta das Relações Institucionais, o Estado apurou que o chamado “PT paulista” ainda continua no páreo.

Um ministro de estado disse à reportagem nesta sexta-feira, 10, que a outra alternativa forte em estudo pela presidente Dilma é colocar o deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) nas Relações Institucionais e escalar o também deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) para líder do governo na Câmara. O nome do deputado Pepe Vargas, do PT gaúcho, também é considerado alternativa a Chinaglia para a liderança do governo na Câmara.

Dilma vai se reunir com Luiz Sérgio e pediu que o vice Temer não viajasse mais para São Paulo, como agendado na noite desta quinta-feira, 9. Dilma quer falar com o ministro no final do dia.

Nesta quinta, o líder do PT na Câmara, Paulo Teixeira (SP), condenou as movimentações paralelas de petistas que se lançaram em negociações ostensivas sobre o nome do substituto de Luiz Sérgio. Até mesmo o ministro reagiu mal às especulações sobre sua saída.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: