As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PT convoca coletiva para anunciar novo processo contra José Serra

Camila Tuchlinski

26 de agosto de 2010 | 12h41

Rodrigo Alvares

O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, e o secretário-geral do partido, José Eduardo Cardozo, convocaram entrevista coletiva às 14h desta quinta-feira (26) na sede nacional do PT em Brasília.

De acordo com a Secretaria de Comunicação dp PT, o partido deve ingressar com um processo contra o presidenciável tucano, José Serra, por causa de suas declarações  sobre a iniciativa de espionagem de dados da Receita Federal contra líderes do PSDB. “Isso foi um caso de espionagem para a campanha eleitoral. A Dilma deve uma explicação ao País”, disse Serra ontem, durante caminhada em Natal (RN).

Investigação interna da Receita Federal revelou que acessos suspeitos aos sigilos fiscais de adversários do PT foram além do manuseio dos dados do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge.

Os documentos mostram que, no mesmo dia, de um mesmo computador e em sequência, servidores do Fisco abriram os dados sigilosos de Eduardo Jorge e de mais três pessoas ligadas ao alto comando do PSDB.

José Serra disse que já foi vítima de espionagem praticada pelo PT. “O pessoal do PT faz espionagem, fez coisas gravíssimas. Isto é uma afronta à nossa Constituição, de espionar as pessoas ilegalmente. Tudo isso foi pura espionagem para poder encontrar armas eleitorais, mas não foram encontradas”, afirmou o tucano.

Tudo o que sabemos sobre:

Eduardo JorgeespionagemPTSerra

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: