As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSDB-SP convoca 60 mil contra boca de urna

Ricardo Chapola

29 de setembro de 2010 | 17h11

Por Roberto Almeida

O diretório estadual do PSDB paulista reuniu-se hoje em São Paulo para dar início a uma força-tarefa contra boca de urna. A sigla diz temer que os adversários levem a eleição para o segundo turno no “tapetão”.

Convocou, assim, 60 mil filiados para que fiscalizem as eleições no dia 3. “De forma contundente”, acentuou o secretário geral do PSDB em São Paulo, César Gontijo. Contundente, de acordo com ele, é dar voz de prisão a cabos eleitorais de outros candidatos. O PT paulista trata o assunto como “piada”. E afirma que a instrução aos diretórios é de cumprir a lei à risca e não fazer boca de urna.

A preocupação do PSDB em evitar uma virada a qualquer custo está nos números das pesquisas. O candidato tucano ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem 55% dos votos válidos, segundo Ibope divulgado dia 24. Precisa de 50% mais um para se eleger no 1º turno.

Tudo o que sabemos sobre:

boca de urnaPSDBSão Paulo

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.